Sociedade Brasileira de Etnobiologia e Etnoecologia 2018

 HISTÓRIA E MISSÃO 

            A Sociedade Brasileira de Etnobiologia e Etnoecologia foi criada em julho de 1996, durante o I Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia, em Feira de Santana, Bahia. Na ocasião, os profissionais reunidos reafirmaram a importância do avanço das “etnociências” no país, para que o Brasil adote modelos de desenvolvimento fundados no respeito a diversidade dos povos e comunidades tradicionais e ao meio ambiente.

            Um fato histórico que contribuiu fortemente para a criação desta Sociedade foi o primeiro Congresso Internacional de Etnobiologia, organizado em Belém, Pará, no ano de 1988. Naquela ocasião, foi criada a International Society of Ethnobiology (ISE), e foi elaborada a “Carta de Belém”, documento que fundamentou a construção do Código de Ética da ISE e orienta, desta maneira a atuação profissional dos etnobiólogos e etnoecólogos. Para suas atividades, a SBEE adota o Código de Ética da Sociedade Internacional de Etnobiologia (ISE) (1996) e o Código de Ética da Sociedade Latinoamericana de Etnobiologia (SOLAE) (2016).

            Ao longo de seus mais de 20 anos de existência a SBEE congregou diversos pesquisadores renomados nas etnociências, contribuindo com a consolidação da Etnobiologia e Etnoecologia como ciência no Brasil e no mundo.

            Em sua história, a sociedade tem promovido com regularidade a organização de simpósios nacionais a cada dois anos e tem incentivado a realização de encontros regionais periódicos, assim como a organização de eventos internacionais.

            Nos últimos anos, assumiu como missão a aproximação política aos movimentos e representações dos povos e comunidades tradicionais e campesinos, assumindo suas lutas e demandas como próprias. Neste sentido, têm atuado pelo reconhecimento da autonomia e dos territórios dos povos e comunidades tradicionais no Brasil e no mundo.

            Por fim, dentro de suas linhas de atuação, a Sociedade fomenta a criação de meios de divulgação de trabalhos da área, especialmente através da recente criação da “Revista Ethnoscientia”, lançada em 2016, e a criação da “Editora da Sociedade Brasileira de Etnobiologia e Etnoecologia”, lançada em 2017, procurando atender as diferentes necessidades dos profissionais que atuam nas etnociências.

 

            Colabore com a consolidação das etnociências no Brasil e as atividades da SBEE e associe-se a sociedade!